Copy
View this email in your browser
Tempo de leitura: 5 minutos

Para você que está chegando por aqui graças ao nosso report de tendências, seja bem-vindo à Bits to Brands. Uma newsletter que chega sempre às quintas (hoje foi exceção!) com inspiração, reflexão e curadoria sobre marcas, tecnologia e comportamento. Espero que goste!
_

"O ideia-vírus precede o vírus real. O que significa que nós vivemos o seu efeito duas vezes. Primeiro, quando nos afundamos no medo do desconhecido e novamente quando ele chega de fato" - Seth Godin, sobre o coronavírus.

A ameaça que tomou os noticiários nas últimas semanas é tão virtual quanto é física.
E seja qual for o caso, seus efeitos são extremamente reais.
Na edição de hoje, alguns impactos da epidemia aos quais devemos ficar atentos.

1. A crise da Corona

A marca, e não o vírus. Ou melhor, a marca graças ao vírus. 

Em pesquisa, 38% dos americanos afirmou que não compraria uma cerveja Corona nos próximos tempos “sob nenhuma hipótese”, e os memes se espalham pela Internet tão rápido quanto o vírus.

A uma situação completamente imprevisível mesmo pros mais pessimistas gestores de crise, a única resposta possível é… nenhuma resposta. E o silêncio da Corona nas redes sociais vem sendo considerado uma boa estratégia.


2. Os vendedores de lenços
Já dizia o ditado, enquanto uns choram.. 

Nesse caso, conforme empresas por todo o mundo recomendam home office, as marcas que possibilitam que reuniões e eventos aconteçam vem ganhando holofote.

Ações da Zoom cresceram mais de 60% no último mês. Google e Microsoft estão disponibilizando ferramentas de vídeo-conferência e  colaboração, antes pagas, gratuitamente pelas próximas semanas.

Até o Facebook tem conseguido um pouco de mídia positiva, ao dar créditos de anúncios infinitos para a Organização Mundial da Saúde fazer campanhas de informação.


3. Os efeitos inesperados
Cancelamento de viagens e cruzeiros, ok. Fechamento de pontos turísticos, ok. Oscilação nas bolsas de valores, ok. Coisas que já eram de se esperar.

Mas aparentemente a epidemia tem tido efeito positivo para o meio ambiente, ao diminuir drasticamente as emissões de gases na atmosfera em grandes pólos industriais da China.

O que leva a outro efeito improvável: graças ao coronavírus, existe a chance do preço dos celulares subir nessa temporada de dia das mães.


4. Is it cancelled yet?
A sensação geral de pânico tem levado as pessoas a evitar contato, viagens e aglomerações desnecessárias - seja por conta própria, seja por determinação de autoridades ou empregadores.

Isso tem tido impacto direto na temporada de eventos de inovação e tecnologia nos EUA, que inclui os eventos de lançamento do Facebook e Google, o Mobile World Congress e o SXSW.

Dos listados, somente o SXSW não foi oficialmente cancelado. Pelo menos, não ainda.

O evento tem usado seus canais oficiais para declarar que está acompanhando a repercussão e se preocupa com a saúde das pessoas, mas que vai acontecer. Enquanto isso, diversos palestrantes e patrocinadores cancelaram suas passagens e de seus colaboradores.

A lista de desistências inclui Twitter (e um dos grandes headliners do evento, Jack - uma das entrevistas mais quentes do momento), Facebook, Apple, TikTok, LinkedIn, Warner Media.. você confere a lista completa, atualizada diariamente, aqui

E falando em atualização, esse site está monitorando o que vem sendo cancelado por aí.

SXSW: não. Apertos de mão: sim.

Atenção: esse artigo não tem a menor intenção de repassar informações oficiais sobre o Coronavirus, seus dados ou táticas de prevenção. Existem diversas fontes muitíssimo mais qualificadas na internet, e recomendo que você fique de olho nelas. Cuidado com as fake news. Lavem as mãos.
- Beatriz
~ EIS QUE SOMOS MAIS DE 5.000 PESSOAS (!!!) ~

no nosso tempo, uma recomendação de cada vez, compartilhando conteúdo porque ele faz sentido.
 espero que seja sempre assim. 
se esse conteúdo te acrescenta em algo, compartilhe com outra pessoa.
e obrigada sempre ♡
"Nenhuma extensão de marca é estranha demais se consegue se sobrepor ao barulho"
É o que esse artigo da Fast Company afirma, ao tentar encontrar a lógica de velas aromáticas "sabor" Big Mac, ou Oreos vermelhos com a marca da Supreme (que, obviamente, custam 3x mais). A resposta está na atenção gerada pelas parcerias e produtos mais estranhos que se pode imaginar, que podem estar começando um padrão.

Bradesco e Os Jetsons
Ao melhor estilo #throwback, o Bradesco pegou emprestada a família Jetson para te convidar a "experimentar o futuro". Doido esse mundo que um desenho dos anos 1960 ainda representa "futuro" em 2020. 

Quanto dinheiro tem o Jeff Bezos?
Em grãos de arroz. É impossível não ficar chocado.

Com uma ajudinha dos jovens
Uma jornalista de tecnologia abraçou a missão de viralizar no TikTok, do zero. São 6 minutos de vídeo com os quais todo adulto que já tentou entender essa plataforma vai se identificar. 

5 Tendências do Spotify para 2020
Tecnologias já conhecidas (como comandos por voz e 5G), mas abordadas do ponto de vista da marca e do seus usuários.

Para este dia da mulher,
Temos a FreeCo fazendo o melhor uso possível de comentários machistas, e a Hershey's com o belíssimo trocadilho "Hershe".
confira a nossa biblioteca completa (e atualizada) aqui
Eu não acredito que levei tanto tempo até chegar a esse clássico, e não quero que ninguém mais se sinta assim.

"O Sol é para todos" é tão sensível quanto necessário, tão leve quanto extremamente reflexivo.

É a história de uma pequena cidade do interior nos anos 40, em meio a um julgamento polêmico, cujo réu é um homem negro. Narrada pela filha pequena do advogado de defesa.

Terminei recentemente e já sinto saudades.
se você tem um projeto de conteúdo e quer vê-lo por aqui, é só mandar um e-mail :)
Poucas coisas são tão legais em relação à Bits to Brands do que inspirar novos conteúdos a partir daqui. O dessa semana foi praticamente um presente.

O Ricardo, no seu Canvas de Conteúdo, fez uma review das nossas tendências para 2020.

Um a um, ele comentou os temas que trouxemos, e em diversas oportunidades acrescentou referências e exemplos.

Se você já leu o report, não deixe de conferir esse artigo. 
(E se você ainda não leu o report, corre aqui)
Essa é para nós, grandes vítimas da guerra do streaming. Tem muitas séries sumindo de circulação, ou indo de uma plataforma para outra (geralmente justo para a que você não assina), e a gente sabe o quanto isso é frustrante.

Mas nem tudo são derrotas, e essa semana a Amazon trouxe de volta uma das grandes "séries conforto" dos millenials: todas as temporadas de HIMYM estão disponíveis no Prime Video.

Além delas, estreou também a terceira temporada de This Is Us, as oito primeiras temporadas de Keeping Up With The Kardashians (sem julgamentos) e o filme As Golpistas, que rendeu a indicação de melhor atriz coadjuvante à Jennifer Lopez esse ano.

Nessa dança das cadeiras do conteúdo, a gente faz o que pode para manter as nossas séries favoritas por perto. O mínimo que eu posso fazer é ajudar.

Dá para experimentar o Prime Video por 30 dias grátis, aqui.


[ Netflix, não encosta no meu Grey's Anatomy ]

Se alguém te encaminhou essa newsletter e você quer receber direto na caixa de entrada toda semana, clique aqui:

Siga nas redes sociais:

@bitstobrands @bitstobrands
Bits to Brands Bits to Brands
@beatrizguarezi @beatrizguarezi
Beatriz Guarezi Beatriz Guarezi
Copyright © 2020 Bits to Brands, All rights reserved.

Want to change how you receive these emails?
You can update your preferences or unsubscribe from this list.