Copy
View this email in your browser
Tempo estimado de leitura: 4 minutos.
Dezembro chegou e com ele um dos meus eventos favoritos do ano: as retrospectivas :)

Por aqui, não será diferente. As duas próximas edições serão dedicadas a um grande resumo do que vimos, previmos (!) e comentamos em 2019.

Prepará-las está tomando um certo tempo. Por isso, a edição dessa semana terá só a curadoria dedicada que vocês já conhecem.

Nos vemos na semana que vem com conteúdo completíssimo.
PS: O horário oficial de envio dessa newsletter é quinta-feira às 8h, com reenvio na segunda-feira. Essa edição atrasou um dia por motivos de: fim de ano.

Para você que teve um ótimo ano, aproveita que falta pouco para acabar. Para você que teve um ano difícil, segura firme que falta pouco para acabar. Para você nessa correria insana também - não desiste que falta pouco para acabar.
- Beatriz
~ tem duas grandes edições vindo por aí ~

cheias de conteúdo MESMO.
um resumão de vários insights que dividimos durante o ano,
pra terminar 2019 super bem informado.
a hora de assinar é AGORA. chame os amigos ♡
Um jeito fofo de provocar a concorrência
Fofo real. O Nubank anunciou um novo produto essa semana, no valor do TED mais caro do mercado: um urso de pelúcia. Os ursinhos disponíveis esgotaram em duas horas. Não posso negar, eu amo uma marca.
Uma crise natalina na Peloton
Se você não sabe o que é uma Peloton, nessa edição explicamos brevemente. Essa semana ela divulgou sua campanha de natal. Num vídeo que parece ter vindo da Sterling Cooper Draper Pryce, uma mulher ganha uma bicicleta de natal do marido, e documenta o quanto aquele presente mudou a sua vida.

O Twitter não deixou passar, e o vídeo tem sido chamado de ofensivo, sexista, antiquado e até burro. Antes tivesse ficado só por aí: as ações da Peloton despencaram, e ela perdeu mais de UM BILHÃO DE DÓLARES em valor de mercado desde então. O marketing, eles disseram. Não faz diferença, eles disseram.
A Livraria Cultura tem uma nova marca
Não é mais Livraria, é só Cultura. Não é mais sobre vender livros, é uma plataforma de experiências. Não é mais sobre produtos, é sobre lifestyle. Minha primeira impressão é de tristeza em ver a identidade do livro dar lugar à tecnologia. Livraria para mim é cheiro, cor, tapete, poltrona, gente. Uma marca referência nesse universo poderia se dar ao luxo de ser mais humana e próxima - e menos Uber.
As músicas mais ouvidas do ano e da década
Você provavelmente não só conferiu o seu ranking do ano no Spotify, como compartilhou no stories. E não consegue entrar no Instagram desde ontem sem ver, um atrás do outro, stories das músicas favoritas dos seus amigos. Aqui estão as músicas mais ouvidas por TODO MUNDO nessa década, e um zoom em 2019. Quem não aguenta mais pode pular esse link, eu vou entender.

"Customer Experience" pra quem?
"Não mapeamos a realidade dos consumidores de baixa renda e, assim, desconsideramos totalmente esse consumidor de nossos mapas. (...) Invisibilidade não é frescura, humilhação não é frescura." Esse artigo é muito, mas muito necessário.

"A mais valiosa empresa de tecnologia fundada no Brasil e de alcance global"
Que até hoje eu não conhecia. E imagino que muitos de vocês também não. O Brazil Journal conta a história do mais novo unicórnio brasileiro, a Wildlife.
Todos os livros que já passaram por essa seção estão reunidos aqui.
Oldie but goldie.

Uma expressão pra descrever coisas que não são exatamente atuais, mas não perdem jamais o valor.

Esse livro é uma delas. As lições de storytelling, liderança e cultura são todas ancoradas nos bastidores de filmes da Pixar. É leitura corporativa, mas bem leve. Presente ótimo pro amigo secreto da firma.
Mande o seu projeto de conteúdo caso queira compartilhá-lo com a comunidade da Bits. :)
Nas palavras da própria Duda Barreto, o seu blog "tem a intenção de enxergar o marketing com mais poesia, falar sobre o delicado encontro entre arte e business e como essas duas palavras podem coexistir e transformar o mundo".

Impossível não se identificar com um propósito tão legal!

O seu artigo mais recente, "Marca x Comunidade", fala sobre o mercado da influência com propriedade e originalidade.
Alerta de nova série no Netflix!

Estreou essa semana a série Broken ou, numa tradução bem estranha, "Desserviço ao Consumidor".

É uma série documental que mostra os bastidores de indústrias extremamente populares, destacando a que custo vem essa popularidade.

O primeiro episódio é sobre cosméticos - a revolução que tem acontecido com as redes sociais e os influenciadores de beleza, a corrida por lançamentos que esgotam em minutos e o consequente crescimento de produtos falsificados.

O próximo episódio é sobre os "vapes", tipo o Juul, e já estou ansiosa para ver.

Se alguém te encaminhou essa newsletter e você quer receber direto na caixa de entrada toda semana, clique aqui:

@bitstobrands @bitstobrands
Bits to Brands Bits to Brands
@beatrizguarezi @beatrizguarezi
Beatriz Guarezi Beatriz Guarezi
Copyright © 2019 Bits to Brands, All rights reserved.

Want to change how you receive these emails?
You can update your preferences or unsubscribe from this list.