Copy
View this email in your browser

Boas práticas no uso de ambientes virtuais

Os ambientes virtuais e a interação a partir deles tornaram-se imprescindíveis no momento atual, com a pandemia de Covid-19. Atualmente, esses espaços são as "salas" de aula e de trabalho, seja para a realização de atividades pedagógicas não presenciais (APNPs), seja para reuniões, capacitações e eventos.
Para um boa utilização dessas ferramentas e buscando evitar problemas de segurança da informação, vale tomar alguns cuidados. Por isso, o "Conta mais, colega!" desta edição do IFRS Registra apresenta dicas e boas práticas com a colaboração dos servidores Caroline Tomasini, analista de sistemas da Reitoria; César Germano Eltz, diretor de Tecnologia da Informação do IFRS; Mara Lisiane Sievert, professora de Informática; e Evandro Manara Miletto, diretor de Tecnologia da Informação do Campus Porto Alegre. Confira abaixo:
Para a realização de atividades síncronas
Dicas para o uso do Google Meet

A plataforma Google Meet, que permite a realização de videoconferências, pode ser acessada a partir do e-mail institucional do IFRS. 
> Se houver interesse em gravar uma atividade desenvolvida via Google Meet, recomenda-se avisar os participantes no início e no decorrer do encontro.
> Tenha atenção em relação aos usuários autorizados para entrar na sala de videoconferência. Uma alternativa para aumentar o controle dos participantes é cadastrar um evento no Google Agenda e adicionar uma lista com todos os e-mails dos convidados. Isso evitará que pessoas não convidadas entrem na reunião. O Google Agenda pode ser acessado pelo e-mail institucional, no menu superior direito, nos pontinhos que levam ao Google Apps. 

> Vale observar que, se o link do Meet estiver associado a um evento da Agenda, os convidados só terão acesso direto à sala virtual próximo ao horário marcado para o início da atividade. Caso seja em outro horário, será necessária autorização para ingressar na reunião.

> Você encontra mais informações aqui, na página da APNPs no site do IFRS.

 

📝IMPORTANTE: Algumas funcionalidades do Meet terão mudanças a partir de 30 de setembro de 2020. A principal alteração imediata será a limitação de participantes na sala virtual, que passará de até 250 usuários para até cem usuários na modalidade G Suite for Education, utilizada no IFRS. Confira as demais modificações.

Usando a Webconf RNP

A Conferência Web RNP, ferramenta oficial do IFRS, pode ser utilizada para a realização de reuniões, tutorias, treinamentos ao vivo e, também, para as atividades pedagógicas.
Busque informações no Centro de Ajuda para aproveitar as funcionalidades ofertadas. O serviço suporta a transmissão de voz e vídeo, permite a utilização de slides, enquetes, levantar a mão, chat, compartilhamento de tela e arquivos etc (saiba mais nesta matéria). Além disso, é possível fazer a transmissão via video@rnp ou Youtube. No YouTube, o material poderá ser acessado posteriormente, pois ficará publicado no canal (saiba mais).

> Cada servidor do IFRS tem à disposição uma sala própria e com endereço fixo para ser usada com até 75 participantes.

📝Saiba mais assistindo aos tutoriais elaborados pela Diretoria de Tecnologia da Informação do Campus Porto Alegre sobre como acessar e criar Conferência Web na RNP e como fazer a transmissão de streaming do sistema de Conferências Web da RNP para o YouTube.

E se acontecer algum incidente de segurança da informação?

No caso de incidentes de segurança da informação, faça contato com o setor de Tecnologia da Informação da sua unidade (campus ou Reitoria) por meio do suporte. Os colegas da TI buscarão detectar, investigar e corrigir o incidente ocorrido e, assim, proteger a informação no âmbito da instituição.
Boas práticas em atividades assíncronas

Pensou em gravar APNPs?

 
O IFRS produziu uma vinheta especialmente para ser usada na abertura e no encerramento de APNPs gravadas em vídeo. O material está disponível na página das APNPs no site do IFRS e é uma opção aos docentes. As vinhetas foram elaboradas pelos técnicos em audiovisual Felipe David e Jason Pilotti, da Reitoria. 
 
Para saber como editar o seu vídeo e incluir vinhetas, não deixe de fazer o curso EaD Criação de Videoaulas. Confira também, no site do IFRS, outros cursos que podem ajudar com a oferta de APNPs.
 

Dicas para a publicação de vídeos no YouTube

Para uma postagem de vídeos em um canal do YouTube, uma dica é deixá-los como não listados. Ao fazer isso, será gerado o link e apenas quem tiver esse endereço eletrônico poderá acessar o material. Nesse tutorial da DTI do Campus Porto Alegre você encontra algumas orientações sobre canais no YouTube.

Para saber mais sobre as APNPs, leia também:

IFRS Registra de 11 de setembro de 2020
IFRS Registra - Edição sobre as APNPs - enviado em 2 de setembro de 2020

> IFRS Registra de 28 de agosto de 2020

> IFRS Registra edição sobre as APNPs - enviado em 21 de agosto de 2020
Acompanhe nossas redes sociais
Twitter
Facebook
Website
Email
Instagram
YouTube
LinkedIn
Expediente
Reitor: Júlio Xandro Heck
Chefe do Departamento: Raquel Selbach Machado Colombo
Jornalistas: Carine Simas da Silva e Fabiana Caravalho Donida
Arte: Jason Piloti, Mariângela Barichello Baratto e e Renan Malescyk